Sindicalize-se agora!
23 de setembro de 2017
MENU 11 3363.3310

27 de julho de 2017

Imprimir

Prefeituras e outros órgãos públicos devem R$ 679 milhões ao FGTS

Dívidas da administração pública é menos de 1% do total de débitos que pode ser cobrado, segundo dados da Fazenda Nacional

Os órgãos públicos e demais empregadores da administração pública devem aproximadamente R$ 679 milhões ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). No entanto, eles são minoria entre os que fazem parte da lista devedores do Fundo. A maioria das dívidas é de empresas privadas. É o que aponta levantamento feito pelo G1 com dados da a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN).

A lista de empregadores que devem ao FGTS é aberta e pode ser consultada neste link da PGFN. Muitos trabalhadores só descobriram que seus empregadores não depositaram o dinheiro do fundo quando tentaram sacar o dinheiro de contas inativas. O prazo para o saque acaba na segunda-feira (31).

Ao todo, os empregadores do setor de administração pública somam 307 devedores com pendências exigíveis – ou seja, com dívidas que ainda podem ser cobradas. Esse número representa apenas 0,17% entre o total de empregadores com pendências exigíveis com o FGTS (ou seja, incluindo o setor privado), de mais de 187 mil.

Além do número de devedores, o valor devido ao FGTS pelos órgãos públicos e demais entidades da administração pública também é proporcionalmente menor na comparação com o setor privado. O montante de R$ 679 milhões equivale a cerca de 2,7% do total devido ao FGTS, de R$ 24,7 bilhões.

As prefeituras integram a maior parte das devedoras do FGTS, considerando apenas o setor de administração pública. São 168 no total, o equivalente a 54% dos empregadores com dívidas exigíveis. Entre os 20 maiores devedores do FGTS, 19 são prefeituras. A PGFN não informou o número de servidores prejudicados.

Fonte: Fonte: Força Sindical - - http://www.fsindical.org.br/imprensa/prefeituras-e-outros-orgaos-publicos-devem-r-679-milhoes-ao-fgts

Mais notícias

22 setembro 2017

TRAGÉDIA: Vigilante mata colega e se mata em agência da CEF na cidade de Grajaú.

GRAJAÚ/MA – Na cidade de Grajaú. Um vigilante atirou em outro companheiro que estava na agência da Caixa Econômica. Em seguida, o assassino se suicidou. A policia ainda tenta entender através de investigações, o que levou um vigilante da Caixa Econômica em Grajaú, atirar no seu companheiro de serviço na tarde desta segunda-feira (18) na […]
21 setembro 2017

Prestação de contas é aprovada no 1º Congresso Nacional da CONTRASP

Na manhã desta quarta-feira (20/09), às 9h, foi apresentada a prestação de contas do quadriênio 2014-2018, de acordo com as normas do Estatuto da CONTRASP. Todos os balancetes e notas ficaram a disposição, assim como os  esclarecimentos. A prestação de contas foi aprovada por unanimidade!  
19 setembro 2017

Homem é preso após tentar furtar R$ 15 mil reais de agência bancaria

Na tarde desta segunda-feira, 18, por volta das 14h40, a Polícia Militar prendeu um homem por tentativa de furto em uma agência bancaria na Avenida Brasil, Centro de Balneário Camboriú. A funcionária do banco estava no caixa, quando por um momento se distanciou e o autor que estava no caixa ao lado, identificado como F. […]
19 setembro 2017

Caixa eletrônico de agência bancária de Mogi é danificado

Sistema de segurança acionou a gerência do banco e a polícia. De acordo com a polícia, nenhum valor foi levado. Um caixa eletrônico de uma agência bancária no distrito de Brás Cubas foi danificado na tarde deste domingo (17) em Mogi das Cruzes. De acordo com a polícia, não foi levado nenhum valor e ninguém […]
+ Notícias

Jornal SEEVISSP

INFORMATIVO DA SEGURANÇA PRIVADA – JULHO/2017 – ALTERAÇÃO ESTATUTÁRIA

Edição
Download Todas edições
Sede
LARGO DO AROUCHE, 307
SÃO PAULO/SP CEP 01219-011
11 3363.3310
Subsede
RUA ANDRÉ LEÃO, 64 - BAIRRO SOCORRO
SÃO PAULO/SP - CEP 04762-030
11 5696.6083