Sindicalize-se agora!
17 de fevereiro de 2020
MENU 11 3363.3310

11 de dezembro de 2015

Imprimir

Comunicado sobre o andamento das negociações coletivas da categoria – Data Base – 1º Janeiro/2016

Prezados (as) companheiros (as):

Gostaríamos de informá-los sobre o andamento das negociações coletivas da categoria de Vigilância e Segurança Privada para data base 1º de Janeiro de 2016.

No dia 16 de novembro de 2015, após amplo e democrático processo de unificação das pautas de reivindicação dos Sindicatos Profissionais de todo o Estado de São Paulo, a FETRAVESP protocolou no Sindicato Patronal (SESVESP), a pauta unificada com as reivindicações dos trabalhadores das empresas prestadoras de serviços de vigilância.

Recebeu como resposta do Sindicado Patronal uma contraproposta que inicialmente negava qualquer avanço à classe trabalhadora. Seguiu-se troca de propostas e argumentos e foi realizada uma reunião geral de negociação em 10/12/2015 (quinta-feira), com a presença dos representantes dos trabalhadores e das empresas.

Durante a referida reunião várias cláusulas de direitos dos trabalhadores foram discutidas, mas as principais reivindicações não foram atendidas, o que vem demonstrando um acirramento das negociações diante da posição inflexível das empresas, que neste ano estão tentando obter vantagens sob os argumentos que se baseiam na crise econômica do país, o que é inaceitável para nós, trabalhadores.

Diante de tal realidade, a FETRAVESP juntamente com os Sindicatos do Estado solicitaram auxílio do Ministério do Trabalho, através de um procedimento de mesa redonda para tentativa de mediação das negociações coletivas; que será realizada no dia 17/12/2015.

Iremos reforçar as nossas reivindicações, que consideramos justas e condizentes com a realidade que atravessamos e que foram aprovadas por nossos trabalhadores, e lutar para que o acordo, caso realizado, esteja em consonância com os nossos anseios e com a possibilidade real dos empresários. Dentre nossas propostas e nossos objetivos para esta data-base, estão principalmente as seguintes:

Importante destacar que, como se faz todos os anos, além das cláusulas econômicas, outros direitos já garantidos aos vigilantes em Convenção Coletiva têm sido discutidos de maneira a aperfeiçoar a norma existente na categoria.

Caso não haja sucesso na tentativa de conciliação no processo de mediação do Ministério do Trabalho, a Federação e os Sindicatos se reunirão juntamente com assessoria jurídica, com a finalidade de buscar as medidas objetivas e/ou processuais/judiciais que se mostrarem mais convenientes.

É importante que estejamos unidos, pois as negociações neste ano têm apresentado grau elevado de dificuldade, e temos que estar preparados até mesmo, se for o caso, para uma greve dos vigilantes a partir de Janeiro/2016.

Observação:

A FETRAVESP, por si e por meio dos Sindicatos dos Vigilantes a ela filiados, comunicará oficialmente aos trabalhadores sobre o resultado da mediação no Ministério do Trabalho; e sobre eventuais providencias posteriores que venham a ser tomadas e também acerca de um possível movimento grevista que venha a ocorrer no início de 2016.

 

Mais notícias

27 agosto 2019

Ação Coletiva: Mais um acordo é firmado pelo SEEVISSP

Informamos que os vigilantes que laboraram na IF3 Soluções em Segurança LTDA, em que foram constadas irregularidades, terão direito a receber uma indenização, proveniente de uma Ação Coletiva de Trabalho promovida pelo SEEVISSP em favor dos trabalhadores, pelo fato da empresa descumprir cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), ao não fornecimento de assistência médica […]
29 julho 2019

13º de aposentados do INSS deve sair no mês que vem

O decreto que antecipa para agosto o pagamento da primeira parcela do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS já está pronto para ser assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), que aguarda conclusão de estudo sobre a disponibilidade orçamentária para autorizar os créditos. A segunda parcela do bônus está programada para ser paga em […]
27 junho 2019

Dieese analisa relatório sobre PEC 06 e publica Nota Técnica

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos faz análise detalhada do relatório apresentado pelo deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) sobre a PEC 06/2019, editada por Jair Bolsonaro. Para Clemente Ganz Lucio, diretor-técnico do Dieese, houve avanços, mas é preciso estar atento. “Governo e ministro Guedes já sinalizaram que não vão aceitar as mudanças. E podem […]
18 junho 2019

Nota das Centrais Sindicais sobre a greve nacional de 14 de junho de 2019

As Centrais Sindicais, reunidas nesta segunda-feira, 17/06, avaliaram como muito positiva a greve nacional realizada em 14 de junho, que promoveu paralisações em centenas de cidades e em milhares de locais de trabalho, além de atos e passeatas contra o fim da aposentadoria, os cortes na educação e por mais empregos. O sucesso da mobilização […]
+ Notícias

Jornal SEEVISSP

INFORMATIVO DA SEGURANÇA PRIVADA – JANEIRO/2020

Edição
Download Todas edições
Sede
LARGO DO AROUCHE, 307
SÃO PAULO/SP CEP 01219-011
11 3363.3310
Subsede
RUA ANDRÉ LEÃO, 64 - BAIRRO SOCORRO
SÃO PAULO/SP - CEP 04762-030
11 5696.6083