Sindicalize-se agora!
16 de fevereiro de 2019
MENU 11 3363.3310

11 de julho de 2011

Imprimir

Embrase indeniza vigilantes em forma de isenção de descontos de convênio médico.

Após ação coletiva do Seevissp, a empresa Embrase adequou a concessão do convênio médico de acordo com o disposto na Convenção Coletiva, haja vista que desde 2006 a empresa efetuava descontos a maior a tal título.

Como forma de indenizar os vigilantes que sofreram descontos a maior haverá, a partir de junho de 2011, a isenção de qualquer desconto a título de convênio médico aos trabalhadores constantes na planilha enviada pela empresa.

Importante esclarecer que caso algum trabalhador constante na relação seja dispensado da empresa durante o período que teria de isenção dos descontos, a empresa pagará juntamente com as verbas rescisórias, o valor equivalente ao tempo restante de isenção descrita na planilha.

Vigilantes da Embrase, entre em contato com a CAS 3331-6447 para saber se seu nome consta na relação  e saber por quantos meses não deverá ter qualquer desconto a título de convênio médico.

Mais notícias

15 fevereiro 2019

Bom dia CONTRASP

Edição 501 de 2 de janeiro de 2019. Acesse o link e confira as edições do boletim eletrônico da CONTRASP. Bom Dia CONTRASP
21 janeiro 2019

Previdência: governo ignora centrais sindicais na formulação da reforma

Enquanto lida com pressões de setores influentes, como militares – que querem ficar de fora da reforma e com forte presença no governo – e servidores públicos, categoria capaz de forte pressão no Congresso, a equipe que elabora os detalhes finais da proposta para endurecer as regras da aposentadoria não abriu as portas para dialogar […]
14 janeiro 2019

Governo estuda desoneração ‘universal’ da folha de pagamento

“A desoneração da folha de salários aconteceu muito em cima de demandas específicas, pontuais, de negociações muito setoriais. O que estamos trabalhando é na desoneração da folha de maneira universal, ampla, geral e sistêmica. O impacto que terá na economia certamente será muito maior e positivo”, disse Cintra ao chegar ao Tribunal de Contas da […]
11 janeiro 2019

Sem Justiça do Trabalho haveria caos administrativo e jurisprudencial

Sem detalhar a proposta, o presidente e parte de seus apoiadores apresentam uma série de argumentos a favor da medida: o ramo trabalhista do Poder Judiciário seria lento e causaria insegurança jurídica por conta das diversas posições que há em seu interior. Ainda segundo Bolsonaro, a Justiça do Trabalho seria uma exclusividade do Brasil. Além […]
+ Notícias

Jornal SEEVISSP

Informativo da Segurança Privada – Janeiro/2019

Edição
Download Todas edições
Sede
LARGO DO AROUCHE, 307
SÃO PAULO/SP CEP 01219-011
11 3363.3310
Subsede
RUA ANDRÉ LEÃO, 64 - BAIRRO SOCORRO
SÃO PAULO/SP - CEP 04762-030
11 5696.6083