Sindicalize-se agora!
19 de março de 2019
MENU 11 3363.3310

24 de agosto de 2015

Imprimir

Vigilante de 43 anos morre baleado durante assalto a empresa de Limeira

Corpo do homem foi achado na manhã de sábado por colega de trabalho.
Suspeitos invadiram o local e levaram o celular e som do carro da vítima.

Um vigilante de 43 anos morreu durante um assalto a uma empresa de equipamentos industriais, na noite de sexta-feira (21), em Limeira (SP). A vítima foi encontrada na manhã deste sábado (22) dentro da companhia, que fica às margens da Rodovia Anhanguera (SP-330), por um colega de trabalho. Imagens do circuito de segurança do local flagraram o momento em que cinco suspeitos arrombam o portão e atiram no homem. Ele estava desarmado.
De acordo com a Polícia Militar, os cinco suspeitos, dois deles armados, entraram na guarita onde o vigilante estava por volta das 22h. Os criminosos atiraram contra ele e um dos disparos atingiu a região do abdômen da vítima. A empresa estava vazia e o homem fazia a segurança do local sozinho. Ninguém foi preso.
A polícia ainda informou que nada foi roubado da empresa. Os ladrões levaram apenas o celular e o som do carro do vigilante. O caso foi registrado como latrocínio, que é roubo seguido de morte. É a segunda ocorrência deste tipo no ano em Limeira, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-SP).O guarda municipal José Reinaldo Batista afirmou que acredita que o vigilante ficou agonizando por 30 minutos após ser atingido, saiu da guarita para procurar ajuda, mas não resistiu. “Pelo local que ele foi encontrado, a gente acredita que ele tentou sair, mas infelizmente não resistiu e caiu do lado de fora da guarita”, disse.

Revolta
Guardas municipais e uma equipe do Samu foram até o local na manhã deste sábado, mas o rapaz já tinha morrido. Carlos Teles Amorim era natural da Bahia, casado e pai de dois filhos, entre eles um bebê de seis meses. O primo da vítima esteve na Delegacia Seccional de Limeira, onde foi registrada a ocorrência, e afirnou que ainda não se conforma com o que aconteceu.

“A esposa dele ligava todos os dias para falar com ele. Ela colocava o bebê para ouvir a voz dele e desta vez não conseguiu. Estou muito chocado, é impossível entender o que aconteceu. Está muito difícil”, afirmou Luiz Carlos Almeida.

Fonte: G1

Mais notícias

19 março 2019

Pesquisadora do Dieese explica por que só os bancos ganham com a PEC da Previdência

A coordenadora de pesquisas do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Patrícia Pelatieri, analisou todos os pontos da Proposta de Emenda Constitucional nº 6/2019, do governo Jair Bolsonaro(PSL), que altera o sistema previdenciário brasileiro. A elaboração da proposta foi supervisionada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, defensor da política neoliberal e favorável à atuação dos bancos e empresas privadas com a […]
19 março 2019

5 pontos do Dieese sobre a proposta da reforma da Previdência

A Proposta de Emenda à Constituição número 6, que muda as regras para o acesso e o cálculo de valores de aposentadorias e pensões no Brasil, começa a ser oficialmente debatida na Câmara dos Deputados nos próximos dias. O projeto, apresentado pelo governo de Jair Bolsonaro em 20 de fevereiro, aguarda a escolha de um […]
19 março 2019

Bom dia CONTRASP

Edição 501 de 2 de janeiro de 2019. Acesse o link e confira as edições do boletim eletrônico da CONTRASP. Bom Dia CONTRASP
18 março 2019

Tribunais investem em robôs para reduzir volume de ações

Já Elis tem colaborado com magistrados de Pernambuco para agilizar os julgamentos de cobranças de tributos, as execuções fiscais. O servidores de nomes peculiares são robôs e sistemas de inteligência artificial em fase de teste no Judiciário. Os exemplos espelham uma revolução que se inicia na Justiça brasileira. Sufocada por 80 milhões de processos em […]
+ Notícias

Jornal SEEVISSP

Informativo da Segurança Privada – Janeiro/2019

Edição
Download Todas edições
Sede
LARGO DO AROUCHE, 307
SÃO PAULO/SP CEP 01219-011
11 3363.3310
Subsede
RUA ANDRÉ LEÃO, 64 - BAIRRO SOCORRO
SÃO PAULO/SP - CEP 04762-030
11 5696.6083