Sindicalize-se agora!
23 de novembro de 2017
MENU 11 3363.3310

2 de agosto de 2017

Imprimir

Dois ataques a carros-fortes em apenas um dia mostra violência enfrentada na profissão de vigilante

Apesar do desconhecimento por parte da população, a profissão de vigilante é carregada de heroísmo e bravura. São vários os requisitos, estudos e treinamentos para atuar na profissão, que vêm sendo atacada por bandidos violentos quase que diariamente.
 

Apenas na última sexta-feira (28/07), dois ataques a carros-fortes no Brasil. O primeiro ocorreu no período da manhã, em Cabreúva (SP) e o segundo a noite, na BR-277, que liga Curitiba ao Litoral do Paraná.
Em praticamente todos os casos, os criminosos se munem com armamentos de guerra. Agem de forma fria e calculada.
 
E treinados, com fiscalização da Polícia Federal, os vigilantes são deixados a beira da morte: portam armamentos ultrapassados, que nem a segurança pública usa, com difícil manuseamento e baixo alcance.
 
Estes profissionais possuem o dever de proteger o patrimônio e a vida. Mas acontece que sem o reconhecimento, acabam sendo deixados de lado: como estes profissionais, que enfrentam tanta violência diariamente, não possuem armamentos qualificados?
 
A nossa luta diária é para conquistar melhores armamentos, assim como a extensão do porte de arma, e fornecer o poder de defesa e proteção dos trabalhadores.
 
Emplacamos o PLS 16/2017, que está aguardando a designação do relator, que permite calibres maiores aos profissionais vigilantes, em defesa da vida. Outras iniciavas estão sendo cobradas diante das autoridades, com deputados e senadores, para que os vigilantes possam exercer esta profissão de grande responsabilidade e coragem com mais segurança.
 
Exigimos o direito a vida dos nossos trabalhadores. A luta é árdua, mas com a união da categoria e o seu apoio podemos chegar mais longe e mais depressa. Nos ajude a divulgar estas campanhas, a conscientizar sobre a profissão, e assim, fortalecer a categoria para maiores conquistas. Essa luta é nossa!
 
 

Fonte: CONTRASP - http://contrasp.org.br/noticia/dois-ataques-a-carros-fortes-em-apenas-um-dia-mostra-violencia-enfrentada-na-profissao-de-vigilante

Mais notícias

23 novembro 2017

SP: Tentativa de assalto a carro-forte termina com caminhoneiro morto na Tamoios

Criminosos tentaram roubar um carro-forte no km 9 da rodovia em São José. Houve troca de tiros entre suspeitos e os seguranças do veículo. Caminhoneiro passava pelo local e foi atingido. Um caminhoneiro foi morto durante uma troca de tiros entre criminosos e seguranças de um carro- forte em uma tentativa de assalto na noite […]
23 novembro 2017

SP: Criminosos armados com fuzis roubam banco em Piracaia e são presos

Seis homens invadiram a agência e estouraram caixas eletrônicos. Na fuga houve troca de tiros com a polícia. Uma quadrilha foi presa nesta quarta-feira (22) depois de assaltar um banco em Piracaia (SP). Eles estavam armados com fuzis. Ninguém ficou ferido na ação. De acordo com a polícia, a ação foi à tarde, quando seis […]
22 novembro 2017

Nota de Esclarecimento à sociedade e à Imprensa

São Paulo, 22 de Novembro de 2017   Nota de Esclarecimento à Sociedade O SEEVISSP (Sindicato dos Seguranças e Vigilantes de São Paulo), vem por meio desta nota esclarecer que diferentemente do que está sendo divulgado por órgãos de imprensa acerca do  espancamento sofrido pelo ator negro, após supostamente “seguranças da SP TRANS de terminal […]
22 novembro 2017

Trio rouba quase R$ 100 mil de casa lotérica no Norte do Piauí

Assaltantes abandonaram motos em estrada rural durante a fuga após o roubo. A casa lotérica da cidade de Cocal, Norte do Piauí, foi assaltada nesta terça-feira (21), por três homens. A Polícia Militar foi acionada, mas os homens conseguiram fugir por estradas rurais da cidade abandonando duas motos utilizadas no roubo. De acordo com a […]
+ Notícias

Jornal SEEVISSP

Informativo Segurança Privada – Outubro 2017

Edição
Download Todas edições
Sede
LARGO DO AROUCHE, 307
SÃO PAULO/SP CEP 01219-011
11 3363.3310
Subsede
RUA ANDRÉ LEÃO, 64 - BAIRRO SOCORRO
SÃO PAULO/SP - CEP 04762-030
11 5696.6083