Sindicalize-se agora!
15 de setembro de 2019
MENU 11 3363.3310

21 de setembro de 2018

Imprimir

Dieese: 81% das greves em 2017 são por direitos descumpridos

Segundo balanço das greves divulgado pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), em 2017 foram realizadas 1.566 greves no País. Este número representa uma queda de 25% em relação às paralisações deflagradas no ano de 2016.

Por Fábio Casseb – Os trabalhadores do setor público fizeram o maior número de paralisações (814 registros – sendo 728 do funcionalismo público e 86 nas empresas estatais), enquanto os trabalhadores da esfera privada realizaram 746.

Além de marcar o centenário da grande greve de 1917, em São Paulo, 2017 foi também o ano que contabilizou três protestos de dimensões nacionais contra as reformas previdenciária e trabalhista propostas pelo governo federal: a greve do dia 15 de março, a greve geral do dia 28 de abril e os protestos e paralisações do dia 30 de junho.

Sergio Luiz Leite, Serginho, 1º secretário da Força Sindical e presidente da Fequimfar, destaca que o balanço apresentado pelo Dieese deixa claro que a orientação do movimento sindical para que os trabalhadores travem essa luta pelos direitos tem chegado à base.

“De forma geral, o balanço das greves demonstra exatamente o que o movimento sindical tem defendido após a aprovação da reforma trabalhista. A importância da mobilização da classe trabalhadora para apresentar resistência diante da ofensiva patronal e garantir os direitos conquistados ao longo de anos de luta.”

Balanço

Ao contrário de greves propositivas, que têm como objetivo pressionar pela ampliação e conquista de direitos, 81% das greves de 2017 incluíam uma pauta “defensiva”, ou seja: foram mobilizações voltadas ao cumprimento dos direitos já assegurados.

Entre as principais reivindicações dos trabalhadores brasileiros (públicos e privados) estão a exigência de regularização de salários, férias e 13º salário ou vale salarial em atraso (presente na pauta de 44% das greves). O reajuste de salários e pisos vem a seguir (presente em 32% das paralisações).

“A reforma trabalhista está prestando um desserviço a todos os brasileiros, e isto pode ser notado no balanço divulgado pelo Dieese, pois os empregadores estão aproveitando o novo cenário nas relações trabalhistas para descumprir acordos, muitos deles históricos, conquistados por meio da luta da classe trabalhadora”, avalia o secretário-geral da CTB, Wagner Gomes.

O estudo do Dieese aponta que a piora das condições econômicas dá aos trabalhadores menos chances de fazer greve para reivindicar novos direitos. “Sem deixar de abordar aqueles direitos historicamente descumpridos, as greves passam a ocorrer, cada vez mais, no campo das reações imediatas, urgentes: contra a realização de demissões e contra o atraso no pagamento de salários”, afirma Clemente Ganz Lúcio, diretor técnico do Dieese.

Confira um resumo das greves

Veja balanço completo do Dieese

Fonte: Rádio Peão - https://radiopeaobrasil.com.br/dieese-81-das-greves-em-2017-sao-por-direitos-descumpridos/

Mais notícias

12 setembro 2019

Bom dia CONTRASP

Edição 501 de 2 de janeiro de 2019. Acesse o link e confira as edições do boletim eletrônico da CONTRASP. Bom Dia CONTRASP
27 agosto 2019

Ação Coletiva: Mais um acordo é firmado pelo SEEVISSP

Informamos que os vigilantes que laboraram na IF3 Soluções em Segurança LTDA, em que foram constadas irregularidades, terão direito a receber uma indenização, proveniente de uma Ação Coletiva de Trabalho promovida pelo SEEVISSP em favor dos trabalhadores, pelo fato da empresa descumprir cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), ao não fornecimento de assistência médica […]
29 julho 2019

13º de aposentados do INSS deve sair no mês que vem

O decreto que antecipa para agosto o pagamento da primeira parcela do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS já está pronto para ser assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), que aguarda conclusão de estudo sobre a disponibilidade orçamentária para autorizar os créditos. A segunda parcela do bônus está programada para ser paga em […]
27 junho 2019

Dieese analisa relatório sobre PEC 06 e publica Nota Técnica

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos faz análise detalhada do relatório apresentado pelo deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) sobre a PEC 06/2019, editada por Jair Bolsonaro. Para Clemente Ganz Lucio, diretor-técnico do Dieese, houve avanços, mas é preciso estar atento. “Governo e ministro Guedes já sinalizaram que não vão aceitar as mudanças. E podem […]
+ Notícias

Jornal SEEVISSP

Informativo da Segurança Privada – Janeiro/2019

Edição
Download Todas edições
Sede
LARGO DO AROUCHE, 307
SÃO PAULO/SP CEP 01219-011
11 3363.3310
Subsede
RUA ANDRÉ LEÃO, 64 - BAIRRO SOCORRO
SÃO PAULO/SP - CEP 04762-030
11 5696.6083