Sindicalize-se agora!
22 de janeiro de 2018
MENU 11 3363.3310

28 de junho de 2017

Imprimir

Dia 30: Trabalhadores realizarão atos e manifestações

Diferentes categorias reivindicam a manutenção dos direitos trabalhistas

Trabalhadores das bases da Força Sindical, ao lado de trabalhadores das demais centrais sindicais, de diversas localidades, vão realizar atos e manifestações, no dia 30, contra a retirada de direitos. A decisão atende a orientação da Central, que solicitou às suas entidades filiadas –sindicatos, federações e confederações – a realizarem, no próximo dia 30, sexta-feira, atos e manifestações em suas bases de atuação.

“Nossa intenção é protestar por mudanças nas reformas trabalhista e da Previdência Social elaboradas pelo governo, de modo que elas deixem de suprimir direitos sociais e não penalizem os trabalhadores, que tanto fizeram e fazem pelo desenvolvimento do País. É muito importante que os trabalhadores de todas as entidades filiadas intensifiquem esta luta, cruzando os braços e realizando manifestações em repúdio aos textos apresentados sobre as reformas. Nosso objetivo é pressionar o governo e sensibilizar parlamentares e a sociedade quanto à importância da manutenção dos direitos sociais, duramente conquistados”, declara Paulo Pereira da Silva, Paulinho, presidente da Central, em nota divulgada à imprensa.

“Também é fundamental”, destaca o presidente da Central, “estarmos presentes em Brasília, em contato com os deputados e senadores, no momento da votação da reforma na Comissão de Constituição e Justiça. Estamos certos de que a unidade de ação é crucial na luta sindical, sobretudo em momentos conturbados como este pelo qual atravessamos”.

A Central sempre defendeu a negociação com o governo nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário para preservar os direitos dos trabalhadores. “Vamos negociar sempre que for possível para impedir a retirada de direitos. No dia 30 não terá greve geral, mas manifestações e atos, por todo o País, de acordo com a força de cada Central”, ressalta João Carlos Gonçalves, Juruna, secretário-geral da Força.

Algumas categorias vão realizar assembleias em frente às indústrias. Outras optaram pela panfletagem ou passeata pelas ruas das cidades.

Fonte: Força Sindical - http://www.fsindicalsp.org.br/novo/index.php?option=com_content&view=article&id=5498:dia-30-trabalhadores-realizarao-atos-e-manifestacoes&catid=2:noticia&Itemid=2

Mais notícias

19 janeiro 2018

Governo reajusta salário mínimo abaixo da inflação e prejudica 22 milhões de aposentados

Ao reajustar o salário mínimo com índices abaixo da inflação pelo segundo ano consecutivo, o governo conseguiu piorar o que já era ruim. Conforme o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), o acumulado nos últimos 12 meses foi de 2,07%, enquanto o governo repassou apenas 1,81%. Com essa medida absurda e insensata, sob o […]
18 janeiro 2018

SEEVISSP manifesta repúdio às notícias de ameaças, violência e armas que têm sido compartilhadas de forma irresponsável

Diante de diversos áudios e imagens que têm sido compartilhadas em grupos do aplicativo WhatsApp, nos quais pessoas mal-intencionadas se preparam para uma suposta manifestação nos próximos dias 22 e 23 de janeiro, em frente à sede do sindicato,  o SEEVISSP manifesta seu total repúdio a esse tipo de movimento organizado por criminosos que incitam […]
18 janeiro 2018

TERROR: Vigilantes têm supostas bombas presas no corpo em ataque a carro-forte em Porto Alegre (RS)

Logo no dia seguinte, em Pernambuco, dois vigilantes foram baleados em serviço A guerra na segurança privada tomou proporções perturbadoras e os vigilantes seguem encarando a morte diariamente. Nesta quinta-feira (11/01), quatro vigilantes passaram por momentos aterrorizantes num ataque cruel na zona norte de Porto Alegre. Foram cerca de cinco criminosos que atacaram o carro-forte, […]
10 janeiro 2018

Banco é condenado a indenizar funcionário que realizava transporte de valores irregular na Bahia

Mais um caso que visa apenas o lucro a qualquer custo, colocando a vida dos trabalhadores e da comunidade em risco. Desta vez, ocorreu em uma agência do Bradesco em Amargosa, na Bahia, que imputava a um supervisor administrativo do banco a realizar o transporte de valores irregular. A 1ª Turma do Tribunal Regional do […]
+ Notícias

Jornal SEEVISSP

Informativo Segurança Privada – Outubro 2017

Edição
Download Todas edições
Sede
LARGO DO AROUCHE, 307
SÃO PAULO/SP CEP 01219-011
11 3363.3310
Subsede
RUA ANDRÉ LEÃO, 64 - BAIRRO SOCORRO
SÃO PAULO/SP - CEP 04762-030
11 5696.6083