Sindicalize-se agora!
20 de novembro de 2019
MENU 11 3363.3310

15 de outubro de 2012

Imprimir

Com botes, criminosos roubaram R$ 14 milhões de empresa de segurança

Assalto aconteceu no fim de semana na Zona Sul de São Paulo.
Assaltantes usaram galeria de esgotos para escapar com dinheiro.

Os criminosos que invadiram a transportadora de valores Protege, na madrugada deste domingo (14), roubaram R$ 14 milhões da empresa, que fica em Santo Amaro, na Zona Sul de São Paulo, segundo informou o Bom Dia Brasil desta segunda-feira (15). A maior parte desse montante foi recuperada, segundo a polícia. Na ação, três suspeitos morreram e um foi preso.
Alguns dos assaltantes roubaram um carro e conseguiram fugir do local do crime. Os investigadores não descartam que alguns dos criminosos tenham fugido pelas galerias de esgoto, que terminam no Rio Pinheiros, na Zona Sul.
O roubo
A polícia acredita que entre 10 e 15 assaltantes participaram da ação. Eles invadiram a Protege e roubaram o cofre após cavarem um túnel pela rede de esgoto, por volta da 1h20 deste domingo.
De acordo com a PM, os criminosos estavam em um ônibus e o veículo foi estacionado na Avenida Professor Alceu Maynard Araújo, sobre uma boca de lobo. O ônibus tinha fundo falso, o que permitiu que os assaltantes entrassem pela rede de esgoto e cavassem o túnel sem serem vistos até a Rua Luís Seraphico Júnior.
A quadrilha usou botes para transportar os sacos de dinheiro dentro das galerias de esgoto, segundo a PM. Como a água na rede de esgoto batia na altura do peito dos assaltantes, eles colocaram os malotes dentro de sacos para proteger as cédulas e chegar até o ônibus.
O sistema de vigilância da empresa detectou a invasão do cofre e acionou a polícia. Quando os criminosos deixavam a empresa, foram surpreendidos com a chegada da PM e houve troca de tiros. No tiroteio, dois suspeitos foram atingidos. Eles foram socorridos ao Pronto-Socorro Campo Limpo, mas morreram no local.
Um terceiro suspeito, que estava vestido com roupa de mergulho, tentou entrar pelo fundo falso do ônibus e foi atropelado pelos próprios assaltantes. Ele foi levado ao Pronto-Socoro de Santo Amaro, mas não resistiu aos ferimentos.
O quarto homem ficou dentro do ônibus e os policiais tentaram negociar sua rendição por cerca de duas horas. Como ele não se rendeu, os policiais jogaram uma bomba de gás lacrimogêneo no veículo e o renderam. O homem não ficou ferido.
No ônibus usado pelos assaltantes, foram apreendidos um fuzil 556 com mira telescópica, uma pistola 9 milímetros, munição, alguns carregadores e dinheiro. O caso será registrado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Fonte: G1

Mais notícias

19 novembro 2019

Bom dia CONTRASP

Edição 501 de 2 de janeiro de 2019. Acesse o link e confira as edições do boletim eletrônico da CONTRASP. Bom Dia CONTRASP
27 agosto 2019

Ação Coletiva: Mais um acordo é firmado pelo SEEVISSP

Informamos que os vigilantes que laboraram na IF3 Soluções em Segurança LTDA, em que foram constadas irregularidades, terão direito a receber uma indenização, proveniente de uma Ação Coletiva de Trabalho promovida pelo SEEVISSP em favor dos trabalhadores, pelo fato da empresa descumprir cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), ao não fornecimento de assistência médica […]
29 julho 2019

13º de aposentados do INSS deve sair no mês que vem

O decreto que antecipa para agosto o pagamento da primeira parcela do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS já está pronto para ser assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), que aguarda conclusão de estudo sobre a disponibilidade orçamentária para autorizar os créditos. A segunda parcela do bônus está programada para ser paga em […]
27 junho 2019

Dieese analisa relatório sobre PEC 06 e publica Nota Técnica

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos faz análise detalhada do relatório apresentado pelo deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) sobre a PEC 06/2019, editada por Jair Bolsonaro. Para Clemente Ganz Lucio, diretor-técnico do Dieese, houve avanços, mas é preciso estar atento. “Governo e ministro Guedes já sinalizaram que não vão aceitar as mudanças. E podem […]
+ Notícias

Jornal SEEVISSP

INFORMATIVO DA SEGURANÇA PRIVADA – OUTUBRO/2019

Edição
Download Todas edições
Sede
LARGO DO AROUCHE, 307
SÃO PAULO/SP CEP 01219-011
11 3363.3310
Subsede
RUA ANDRÉ LEÃO, 64 - BAIRRO SOCORRO
SÃO PAULO/SP - CEP 04762-030
11 5696.6083