Sindicalize-se agora!
27 de fevereiro de 2020
MENU 11 3363.3310

15 de outubro de 2012

Imprimir

Com botes, criminosos roubaram R$ 14 milhões de empresa de segurança

Assalto aconteceu no fim de semana na Zona Sul de São Paulo.
Assaltantes usaram galeria de esgotos para escapar com dinheiro.

Os criminosos que invadiram a transportadora de valores Protege, na madrugada deste domingo (14), roubaram R$ 14 milhões da empresa, que fica em Santo Amaro, na Zona Sul de São Paulo, segundo informou o Bom Dia Brasil desta segunda-feira (15). A maior parte desse montante foi recuperada, segundo a polícia. Na ação, três suspeitos morreram e um foi preso.
Alguns dos assaltantes roubaram um carro e conseguiram fugir do local do crime. Os investigadores não descartam que alguns dos criminosos tenham fugido pelas galerias de esgoto, que terminam no Rio Pinheiros, na Zona Sul.
O roubo
A polícia acredita que entre 10 e 15 assaltantes participaram da ação. Eles invadiram a Protege e roubaram o cofre após cavarem um túnel pela rede de esgoto, por volta da 1h20 deste domingo.
De acordo com a PM, os criminosos estavam em um ônibus e o veículo foi estacionado na Avenida Professor Alceu Maynard Araújo, sobre uma boca de lobo. O ônibus tinha fundo falso, o que permitiu que os assaltantes entrassem pela rede de esgoto e cavassem o túnel sem serem vistos até a Rua Luís Seraphico Júnior.
A quadrilha usou botes para transportar os sacos de dinheiro dentro das galerias de esgoto, segundo a PM. Como a água na rede de esgoto batia na altura do peito dos assaltantes, eles colocaram os malotes dentro de sacos para proteger as cédulas e chegar até o ônibus.
O sistema de vigilância da empresa detectou a invasão do cofre e acionou a polícia. Quando os criminosos deixavam a empresa, foram surpreendidos com a chegada da PM e houve troca de tiros. No tiroteio, dois suspeitos foram atingidos. Eles foram socorridos ao Pronto-Socorro Campo Limpo, mas morreram no local.
Um terceiro suspeito, que estava vestido com roupa de mergulho, tentou entrar pelo fundo falso do ônibus e foi atropelado pelos próprios assaltantes. Ele foi levado ao Pronto-Socoro de Santo Amaro, mas não resistiu aos ferimentos.
O quarto homem ficou dentro do ônibus e os policiais tentaram negociar sua rendição por cerca de duas horas. Como ele não se rendeu, os policiais jogaram uma bomba de gás lacrimogêneo no veículo e o renderam. O homem não ficou ferido.
No ônibus usado pelos assaltantes, foram apreendidos um fuzil 556 com mira telescópica, uma pistola 9 milímetros, munição, alguns carregadores e dinheiro. O caso será registrado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Fonte: G1

Jornal SEEVISSP

INFORMATIVO DA SEGURANÇA PRIVADA – JANEIRO/2020

Edição
Download Todas edições
Sede
LARGO DO AROUCHE, 307
SÃO PAULO/SP CEP 01219-011
11 3363.3310
Subsede
RUA ANDRÉ LEÃO, 64 - BAIRRO SOCORRO
SÃO PAULO/SP - CEP 04762-030
11 5696.6083