Sindicalize-se agora!
20 de janeiro de 2020
MENU 11 3363.3310

17 de julho de 2017

Imprimir

Centrais Sindicais repudiam aprovação do PLC 38, que valida agressão a direitos

O sindicalismo reagiu com vigor à aprovação da reforma trabalhista, por 50 votos a 26 na noite de terça (11), após sessão tumultuada no plenário do Senado. Centrais Sindicais manifestaram repúdio, em notas divulgadas logo após o encerramento da votação.

Para a União Geral dos Trabalhadores (UGT), a reforma “é injusta e cruel” e foi feita sem a devida discussão com a sociedade. “Essa reforma trabalhista cumpre um desserviço à sociedade, pois retira as garantias asseguradas na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), promove a precarização das relações de trabalho e um enorme retrocesso social”, diz nota assinada pelo presidente Ricardo Patah.

O presidente da CTB, Adilson Araújo, também repudiou a aprovação do projeto, dizendo que Senado impôs retrocesso histórico aos direitos da classe trabalhadora. Segundo o texto, a reforma aprovada “ataca frontalmente nosso povo e mina qualquer projeto de retomada do crescimento que tenha por centro a geração de emprego, o respeito à saúde da classe trabalhadora, a distribuição de renda e o combate à pobreza”.

Segundo o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade, Moacyr Roberto Tesch, o PLC 38 é um projeto de lei irresponsável, que acaba com os direitos conquistados após anos de lutas do movimento sindical. “É inaceitável que se tome medidas contra a população de forma intransigente e sem nenhum diálogo”, diz.

 

Nesta quinta (13), as Centrais devem se reunir para discutir como será a atuação daqui para frente. De acordo com o secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves (Juruna), nas discussões sobre o projeto o governo prometeu alterações no texto. “Agora, vamos continuar conversando com eles. O governo fez mais que promessas, há documentos”, afirma.

 

 

Fonte: Agência Sindical - http://www.agenciasindical.com.br/lermais_materias.php?cd_materias=7078&friurl=_-Centrais-Sindicais-repudiam-aprovacao-do-PLC-38-que-valida-agressao-a-direitos-_

Mais notícias

27 agosto 2019

Ação Coletiva: Mais um acordo é firmado pelo SEEVISSP

Informamos que os vigilantes que laboraram na IF3 Soluções em Segurança LTDA, em que foram constadas irregularidades, terão direito a receber uma indenização, proveniente de uma Ação Coletiva de Trabalho promovida pelo SEEVISSP em favor dos trabalhadores, pelo fato da empresa descumprir cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), ao não fornecimento de assistência médica […]
29 julho 2019

13º de aposentados do INSS deve sair no mês que vem

O decreto que antecipa para agosto o pagamento da primeira parcela do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS já está pronto para ser assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), que aguarda conclusão de estudo sobre a disponibilidade orçamentária para autorizar os créditos. A segunda parcela do bônus está programada para ser paga em […]
27 junho 2019

Dieese analisa relatório sobre PEC 06 e publica Nota Técnica

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos faz análise detalhada do relatório apresentado pelo deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) sobre a PEC 06/2019, editada por Jair Bolsonaro. Para Clemente Ganz Lucio, diretor-técnico do Dieese, houve avanços, mas é preciso estar atento. “Governo e ministro Guedes já sinalizaram que não vão aceitar as mudanças. E podem […]
18 junho 2019

Nota das Centrais Sindicais sobre a greve nacional de 14 de junho de 2019

As Centrais Sindicais, reunidas nesta segunda-feira, 17/06, avaliaram como muito positiva a greve nacional realizada em 14 de junho, que promoveu paralisações em centenas de cidades e em milhares de locais de trabalho, além de atos e passeatas contra o fim da aposentadoria, os cortes na educação e por mais empregos. O sucesso da mobilização […]
+ Notícias

Jornal SEEVISSP

INFORMATIVO DA SEGURANÇA PRIVADA – OUTUBRO/2019

Edição
Download Todas edições
Sede
LARGO DO AROUCHE, 307
SÃO PAULO/SP CEP 01219-011
11 3363.3310
Subsede
RUA ANDRÉ LEÃO, 64 - BAIRRO SOCORRO
SÃO PAULO/SP - CEP 04762-030
11 5696.6083