Sindicalize-se agora!
13 de dezembro de 2017
MENU 11 3363.3310

19 de junho de 2017

Imprimir

Apenas 1% da população global tem 45% da riqueza

Desigualdade avança, mostra estudo. Nos EUA, milionários terão 70% da renda nacional em 2021

Em todo o mundo, o número de milionários e bilionários está crescendo. Apesar do crescimento mais lento da economia global, os ricos ficaram ainda mais ricos. São quase 18 milhões de famílias que possuem mais de US$ 1 milhão, segundo o último relatório do Boston Consulting Group (BCG). Os ricos representam apenas 1% da população mundial, mas detêm 45% da riqueza de US$ 166,5 trilhões do planeta. Segundo o BCG, até 2021, eles vão controlar mais da metade da riqueza mundial.

Para analistas, o crescimento da desigualdade não é uma surpresa na medida em que, nas últimas décadas, os ricos têm concentrado as maiores fatias de renda — especialmente nos Estados Unidos, onde os lucros das empresas atingiram recordes, enquanto os salários dos trabalhadores permanecem estagnados.

Pouca criação de nova riqueza

Hoje, há cerca de 7 milhões de americanos com mais de US$ 1 milhão, e o BCG espera que o número de milionários alcance os 10,4 milhões até 2021 nos Estados Unidos. Essa é uma taxa de crescimento anual de 8%, ou cerca de 670 mil novos milionários a cada ano.

Os milionários são muito mais raros no resto do mundo do que nos Estados Unidos, onde 5,7% das famílias possuem mais de US$ 1 milhão em ativos. Os únicos países com maior concentração de milionários são nações muito menores, como Bahrein, Liechtenstein e Suíça. A China tem o segundo maior número de ricos, com 2,1 milhões, embora sua população seja quatro vezes maior que a americana.

O aumento da renda para aqueles que fazem parte do 1% mais ricos nos Estados Unidos mais do que duplicou nos últimos 35 anos, depois de cair nas décadas após a Segunda Guerra Mundial, quando eles foram altamente tributados. A maré mudou na década de 1980, sob o regime do presidente republicano Ronald Reagan, uma década na qual os americanos viram os impostos caírem para os ricos, ao mesmo tempo em que a Bolsa de Valores batia recordes de alta. Agora, essas políticas ajudaram a colocar 63% da riqueza privada dos Estados Unidos nas mãos de milionários e bilionários do país, de acordo com o relatório do BCG. Em 2021, sua participação na riqueza da nação aumentará para cerca de 70%.

Globalmente, metade da nova riqueza vem dos ativos financeiros, a partir do aumento dos preços das ações ou rendimentos em títulos e depósitos bancários. O resto vem do que o BCG classifica como “nova criação de riqueza”, ou seja, de pessoas que economizam dinheiro que ganharam por meio do trabalho ou empreendedorismo.

Nos Estados Unidos, a “nova criação de riqueza” tem um peso bem menor e representou só 28% do aumento de renda do país em 2016. E o novo cenário político pode aumentar ainda mais o enriquecimento dos milionários americanos. Após as eleições de 2016, o rendimento das ações no país aumentou, uma vez que os investidores esperam que o presidente Donald Trump e um Congresso republicano adotem políticas de redução de impostos para empresas e para os cidadãos mais ricos do país.

Fonte: Força Sindical - http://fsindical.org.br/imprensa/apenas-1-da-populacao-global-tem-45-da-riqueza

Mais notícias

13 dezembro 2017

SC: Criminosos trocam tiros com vigilante de banco durante tentativa de roubo em Florianópolis

Ninguém ficou ferido, segundo a Polícia Militar. Criminosos trocaram tiros com o vigilante de uma agência bancária do Bradesco na Avenida Beira-Mar Norte, em Florianópolis, durante uma tentativa de assalto na tarde desta terça-feira (12), segundo a Polícia Militar. Ninguém ficou ferido. De acordo com o Copom (Central de Operações Policiais Militares), o crime ocorreu […]
13 dezembro 2017

SP: Tarumã tem dois assaltos com criminosos armados no mesmo dia

Em um deles, câmeras de segurança flagraram ladrão atacando um homem dentro de uma agência bancária para levar R$ 54 mil. Três horas depois, um adolescente assaltou uma lotérica. Dois assaltos em menos de três horas, com criminosos armados, assustaram os moradores de Tarumã nesta segunda-feira (11). Um deles foi praticado por um homem, numa […]
12 dezembro 2017

Semana violenta: companheiros na mira da morte em todo o Brasil

Diariamente, vigilantes são mortos, baleados e reféns em ações violentas. A CONTRASP convoca os vigilantes a se unirem na luta pela troca de armamento e extensão do porte de arma em defesa da vida na segurança privada Os vigilantes do país enfrentam criminosos munidos com armamentos de guerra, portando apenas a honra e a coragem. […]
11 dezembro 2017

Sindfort-PE denuncia na Polícia Federal a clandestinidade na escolta armada

O Sindfort-PE está enfrentando uma guerra contra as empresas de transporte de cargas que utilizam a escolta clandestina e, neste momento, pede apoio nacional de todos contra a ilegalidade que virou uma verdadeira catástrofe em Pernambuco. O Sindicato reuniu documentos e denunciou na Polícia Federal a execução irregular do serviço, denunciando inclusive com nome e […]
+ Notícias

Jornal SEEVISSP

Informativo Segurança Privada – Outubro 2017

Edição
Download Todas edições
Sede
LARGO DO AROUCHE, 307
SÃO PAULO/SP CEP 01219-011
11 3363.3310
Subsede
RUA ANDRÉ LEÃO, 64 - BAIRRO SOCORRO
SÃO PAULO/SP - CEP 04762-030
11 5696.6083